Cidade Afogada: Conversas Submersas

Fotos Aldren Lincoln

Esta performance urbana decorre da ideia de transpor os sentidos do afogamento e da loucura perpassados na imagem de Ofélia, personagem da peça “Hamlet”, de William Shakespeare, para o contexto urbano. Neste sentido, corpo, imagem, palavra e sonoridade são entrelaçados numa composição que convida à intimidade, à aproximação e à memória no espaço público. Provocada pelos estímulos do músico e sonoplasta André Oliveira, a performer Raiça Bomfim se abre para a troca de segredos, olhares, cantos, danças e histórias com os passantes, desenvolvendo um diálogo individual com cada um. Esta performance pode ser apresentada em diversos espaços abertos da cidade.

 

Trajetória: 

  1. Versão simplificada, no Festival De Solos e Coletivos 2015 (realização Núcleo VAGAPARA e Quitanda, em Salvador);

  2. Apresentações no projeto “Silêncio Embaixo D’Água” (Realização Arte Todo Dia, Ano II, em Cajazeiras – Salvador), em janeiro de 2016.

 

Ficha Técnica:

Criação e Performance: Raiça Bomfim e André Oliveira || Produção e Realização: Gameleira Artes Integradas

 

Duração: indefinida – a depender do contexto e do transcorrer da apresentação.

 

Classificação indicativa: livre

 

Espaços de apresentação: Rua; Espaços de trânsito de pessoas.

Mini Bio:

Raiça Bomfim é atriz, escritora e produtora; André Oliveira é músico e sonoplasta. Ambos desenvolvem juntos pesquisas e criações que mesclam corpo, voz e sonoridade em cênico-musicais.

    © 2020 por Gameleira Artes Integradas