Isto Não É Uma Mulata

Fotos Andrea Magnoni

“Branca para casar. Mulata para fornicar. Negra para trabalhar”. Partindo da famosa frase de Gilberto Freyre, o solo questiona as formas de representação da mulher negra além de apontar as fragilidades do mito da democracia racial brasileira. Estão em cena ironia, clichês, humor, referências da cultura pop, mas também o diálogo com obras da literatura e notícias da grande mídia. O caráter atual e inquietante da obra levou a artista ser escolhida como uma das 25 Mulheres Negras mais Influentes na Internet Brasileira, pelas Blogueiras Negras e a ganhar o Prêmio Braskem de Teatro 2016, na categoria Revelação.

 

Trajetória: 

  1. Mostra Nova Dramaturgia Da Melanina Acentuada – 4ª Edição, Salvador/BA-2016;

  2. Mostra Benjamim de Oliveira, Belo Horizonte/MG, 2016;

  3. Apresentações no Cine Teatro Solar Boa Vista, Centro Cultural Alagados e Espaço Cultural da Barroquinha (Projeto Isto Não É Uma Mulata, realização Arte Todo Dia - Ano II), Salvador - 2016;

  4. Temporada no Espaço Cultural da Barroquinha, Salvador - 2016;

  5. Temporada no Teatro Gamboa Nova, Salvador - 2016 e 2015.

 

Ficha Técnica: 

Direção, dramaturgia e atuação: Mônica Santana || Direção Musical e Sonoplastia: André Oliveira || Cenografia: Deilton José || Figurino: Cássio Caiazzo || Iluminação: Luiz Guimarães || Assessoria de Imprensa e Redes Sociais: Crioula Comunicação || Produção e Realização: Gameleira Artes Integradas

 

Duração: 40 min

 

Classificação indicativa: 14 anos

 

Espaço de apresentação: Teatro

Mini Bio:

Mônica Santana é atriz, jornalista e educomunicadora. Mestre em Artes Cênicas pela UFBA, especialista em Jornalismo e Direitos Humanos pela UniJorge. Performer e pesquisadora negra, interessada nas questões da representação da mulher negra.