Fotos Aldren Lincoln

Espetáculo híbrido de dança e vídeo, onde corpo e imagem virtual compartilham mesmo espaço. Um espaço reconfigurado e coerente com as dinâmicas contemporâneas. É uma dança em que é possível estar perto e longe, presente e ausente, ao mesmo tempo. Na obra é perceptível a ampliação do humano, onde a tecnologia se une ao corpo para otimizar suas ações.

 

Mini Bio:

Olga Lamas é artista, produtora e pesquisadora. Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA e Licenciada em Teatro pela mesma instituição. É uma das produtoras-criadoras da Gameleira Artes Integradas _ território de articulações artísticas.

 

Giltanei Amorim é dançarino, performer e produtor, fundador do Coletivo Quitanda. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA.

 

Trajetória:

  1. Plataforma Lavardén – Argentina, 2016;

  2. Ganhador do Edital Arte em Toda Parte II Edição – FGM, Salvador - 2014;

  3. Festival De Solos e Coletivos IV - Bahia, Alagoas e Pernambuco - 2013/2014;

  4. Festival Modos de Existir – SESC/SP – 2013;

  5. Ganhador do Calendário das Artes 2013 – SECULT/BA;

  6. Festival Scratxe Underground Brasil, Espanha – 2012;

  7. Festival De Solos e Coletivos II, Salvador - 2012;

  8. Ganhador do Edital Yanka Rudzka 2010 – SECULT/BA.

 

Ficha Técnica:

Direção, criação e performance: Olga Lamas e Giltanei Amorim

 

Duração: 40min

 

Classificação indicativa: Livre

 

Espaços de apresentação: Teatros e/ou espaços fechados com capacidade para projeção.